Back

Respondendo a rejeição de venda n.1: É muito caro!

Escrito por Quarta-feira 12 Abril 2017

Respondendo a rejeição de venda n.1: É muito caro!
Um dos maiores desafios enfrentados pelas agências é conseguir convencer certos clientes de que um aplicativo é um investimento financeiro que vale a pena. Para pequenas empresas com fundos limitados, um aplicativo pode não ser considerado uma necessidade para a sua estratégia de negócios, mas mais um luxo dispensável.

Você já está bem ciente dos pontos de venda padrão — cartões fidelidade, notificações push, geofences, cupons, etc., mas existem algumas outras ferramentas da plataforma que podem passar em branco, mas durante a negociação podem se tornar verdadeiros trunfos para demonstrar a rentabilidade de um app durante todas as fases do clico de vida do cliente.

Servidor de anúncios interno

Há duas maneiras de incluir publicidade nos aplicativo: ativar a circulação de redes de anúncios externos ou criar suas próprias campanhas por meio do servidor de anúncios interno.

As redes de publicidade externas são uma boa opção para determinados projetos, mas seu ponto fraco é que não é possível escolher exatamente quais anúncios serão exibidos no app. Para as pequenas empresas, geralmente, faz mais sentido fazer parcerias com outras marcas locais para criar campanhas mutuamente benéficas, oferecendo a máxima relevância para os usuários do aplicativo. O servidor de anúncios interno coloca em prática o conceito econômico básico da rentabilidade de bens complementares.

Por exemplo, imagine um bar que regularmente contrata uma banda para tocar ao vivo e, talvez, até mesmo utiliza eles como música de fundo do aplicativo. Por que não exibir um banner para anunciar a venda de ingressos para o próximo show deste grupo? Ambas as partes se beneficiam — o bar cobrando para veicular esta campanha e a banda promove seu show para um público que tem mais potencial para comprar os ingressos.

Calculadora de ROI (Retorno sobre Investimento)

Muitos revendedores têm uma relação de amor e ódio com a loja de add-ons — os recursos oferecidos são exatamente o que os clientes estão pedindo, mas uma grande fonte de preocupação vem do fato de que nem todos os add-ons são gratuitos, colocando-os em um situação delicada. Como essas despesas extras devem ser administradas? A agência deve arcar com o custo para evitar aumentar o preço para o cliente?

Todo mundo tem sua própria maneira de lidar com esta situação, mas se você tem (e você tem!) os meios para mostrar exemplos concretos de como o add-on é rentável, não hesite em fazer isso. Assim esse custo se torna muito mais aceitável para o cliente.
Respondendo a rejeição de venda n.1: É muito caro!

Quando as funcionalidades de negócio, como o cartão fidelidade e o club card, são ativadas, outro menu é aberto no back office, chamado "Estatísticas". Aqui você pode encontrar uma estimativa dos ganhos gerados através dos add-ons, bem como estatísticas sobre a atividade dos usuários com essas funcionalidades.

Então, talvez a solução para este dilema esteja nesta ferramenta: por que não criar um acordo com o cliente, permitindo que eles usem o add-on de forma gratuita, inicialmente como um "teste", e então acertar um preço a ser pago uma vez que a ferramenta comece a mostrar retornos encorajadores?

Contatos infinitos

Ainda que não se possa colocar um número sobre esta dica final, informações sobre os clientes é algo que muitas empresas valorizam muito. Ao explorar as ferramentas disponíveis para gerenciamento da base de usuários, você pode demonstrar ao seu cliente como o valor pode se estender muito além do tempo de vida do aplicativo.

Ativando a opção para que os usuários se inscrevam e criem um perfil no app, abrem-se as portas para diversos insights sobre o público de um determinado negócio. Ao adicionar campos personalizados à etapa de registro (além da idade e localização padrão), se torna possível definir e qualificar de forma mais eficiente os interesses e preferências do usuário, seu valor de vida útil para o negócio, a probabilidade que eles se tornem clientes regulares, etc.
Respondendo a rejeição de venda n.1: É muito caro!

Uma vez que a base de usuários comece a crescer e você tenha um sólido inventário de dados no back office, esta lista pode ser exportada e é sua (ou dos seus clientes) para sempre. A exportação pode ser usada mais tarde para criar listas de e-mail e outras estratégias de comunicação. Mesmo se o cliente decida um dia que um aplicativo não tem mais lugar no seu modelo de negócios, eles ficarão felizes em saber que o dinheiro investido não foi por nada, pois ganharam um banco de dados muito precioso de leads qualificadas.

Essas dicas devem ser consideradas complementares, ou "add-ons" para a base sólida que cada agência deve ter, que é um bem pensado modelo de preços. Assim, a estratégia deve evoluir e ser construída com base nas experiências no mercado e com uma profunda pesquisa sobre o público-alvo — consolidando a fórmula perfeita para o sucesso!



Enter your email address